Tipo certo de lingerie, confira algumas dicas

Lingerie, aprenda como escolher e usar o modelo ideal a seu favor!


Olá pessoal, tudo bem? 

A lingerie certa pode fazer que toda mulher sinta-se sexy, poderosa e acima de tudo 

confortável!

Muitas mulheres não preocupam-se com a lingerie que irão usar, só porque esta é uma peça 

que fica oculta.

Mas é a lingerie quem vai definir alguns detalhes de como as outras peças ficarão no nosso 

corpo, mostrando ou corrigindo detalhes que podem ou não valorizar a silhueta.
Por mais que tenhamos um padrão de beleza pré-determinado, posso afirmar que qualquer 

mulher pode e deve ficar sexy.

Sabendo usar lingeries de acordo com seu corpo, pode trazer em qualquer ocasião conforto e 

sensualidade.
Pesquisei um pouco aqui e outro ali, para trazer dicas para ajudar vocês a escolher a lingerie 

certa para ficar o mais sexy possível, sem perder a elegância e o conforto.

Então vem comigo que vou te explicar tudinho!

lingerie colorida


👉A escolha das cores dos lingeries:

Essa é a primeira e grande dúvida a respeito de lingerie.

O preto garante no lingerie todo o poder de mistério e sedução, e o lingerie branco trás um 

tom da pureza e inocência.
Tanto o lingerie branco como o preto são cores que combinam com qualquer tipo de mulher, 

podendo ser usadas por todas.
Mas se você está querendo radicalizar e variar, ai vai algumas sugestões para lhe ajudar na 

decisão.
👉 Mulheres Morenas:
Podem variar entre o rosa claro, verde ou ainda em tons de roxo.

👉 Mulheres Loiras:
Tons de violeta, azul, vinho e Marsala.

👉 Mulheres Negras:
Azul turquesa, vermelho ou amarelo. 

👉 Para mulheres que tem seios grandes:

O lingerie tem como peça principal o sutiã, e mulheres que tem seios grandes acham que 

tem que deixar o sutiãs com bojo de lado.
Entretanto, ele é essencial para a sustentação e manter os seios com um bonito formato 

na roupa.
As alças preferencialmente devem serem mais largas, elas garantem uma sustentação 

eficiente.

👉 Para mulheres que tem seios separados:
Se você possui seios afastados, existem sutiãs feitos especialmente para você.
Eles possuem regulagem na parte da frente, que permite aproximar os seios, deixando-

os com uma linda aparência.

👉 Mulheres que tem os seios pequenos:
As mulheres que possuem seios pequenos, o ideal é usar sutiãs com bojo lateral e aro, 

que ajudam juntar mais os seios, e ainda podem aumentar o seu tamanho em até dois 

números (UAU)!

👉Mulheres com seios caídos:

Esse é um problema enfrentado por muitas mulheres, principalmente as que já 

amamentaram.
Para quem tem os seios caídos, o ideal é usar alças fortes(sem deixar de ser 

confortável)e um bojo bem estruturado, para dar aquele up.

Esses modelos são ótimos, porque levantam os seios de forma bem natural.
Nunca! Jamais usar modelos tipo top não é uma boa ideia, eles achatam o busto.

                                 seio pequeno

👉 Para mulheres que tem quadril largo:

As mulheres que tem o quadril largo devem evitar calcinhas que possuam a parte lateral 

fina, pois além de deixar salientes os culotes, certamente deixarão cortadas ao meio as 

gordurinhas, e assim multiplicando-as aparentemente.
Por conta disso, opte por calcinhas mais largas nas laterais e que tenham bastante 

elasticidade, para não formar curvas indesejáveis. 

                                     Tipo certo de lingerie, confira algumas dicas


👉 Mulheres com barriguinha saliente:

Se você é uma mulher com barriguinha saliente, a lingerie ideal é aquelas calcinhas com 

cintura mais alta, que tem reforço na área abdominal.
Esse lingerie ajuda a disfarçar essa parte indesejável, outra dica é usar corpetes.
Os corpetes são a versão moderna dos espartilhos do século XlX, que moldavam a 

silhueta da mulher com perfeição. 

                                         lingerie


👉 Mulheres magras:

A mulher que for bem magrinha pode abusar dos modelos menores de lingerie, tanto de 

calcinhas e sutiãs.
Como você provavelmente não tem quadril largo, pode usar a vontade modelos de 

lingerie com laterais mais finos e de renda.
Modelos fio-dental também ajudam bastante, principalmente a dar uma levantada no 

bumbum.
                                      lingerie


Então é isso aí meninas, espero que tenham gostado das dicas que separei!

http://www.estou-crescendo.com/


Leia Mais ►

Obesidade infantil, confira os 5 maiores que podem influenciar a obesidade

Obesidade infantil, confira os 5 maiores erros que os pais podem cometer contra a dieta dos filhos


Um dos principais problemas de saúde pública do mundo, a obesidade infantil é considerada epidemia e deve ser combatida; para nutricionista e coach Gladia Bernardi, a alimentação inadequada começa em casa.

http://www.estou-crescendo.com/2017/06/obesidade-infantil-confira-os-5-maiores.html



A Organização Mundial de Saúde avalia que a obesidade é um dos fatores que mais 

contribuem para o aumento dos casos de câncer, hipertensão, problemas renais e 

diabetes, entre outras doenças crônicas. Apesar dos alertas, a doença tem se tornado 

cada vez mais comum no Brasil e no mundo, principalmente entre as crianças.

Segundo o relatório "Pelo Fim da Obesidade Infantil" (2016), o problema atinge 41 

milhões de crianças menores de cinco anos. Ainda de acordo com a pesquisa, os casos de 

obesidade estão relacionados a fatores comportamentais, deixando apenas 5% para os 

fatores genéticos e 10% a causas hormonais tratáveis. Portanto, não adianta culpar a 

“genética” ou os hormônios. Os números mostram que os maus hábitos e a má qualidade 

da alimentação são os principais causadores do sobrepeso.

Nutricionista funcional e coach em emagrecimento, Gladia Bernardi defende que pais e 

responsáveis são os verdadeiros culpados pela obesidade infantil, pois a rotina 

alimentar, seja ela boa ou ruim, começa na família. “A criança constrói a sua primeira 

relação com a comida dentro de casa, aprendendo com os adultos, que são o exemplo”, 

diz ela. 

Segundo a especialista, nos casos de tratamento de obesidade infantil, todo o processo 

deve ser acompanhado pelos adultos, que são fundamentais para que o método dê 

resultado. “A relação familiar com o paciente mirim tem impacto direto na condição da 

criança”, explica.

Associada ao Health Coaching International Institute, escola pioneira em Coaching de 

Emagrecimento Consciente destinado a profissionais de saúde, Gladia enumera os 

maiores “inimigos” da saúde das crianças:
👉Oferecer alimentos industrializados com frequência:

http://www.estou-crescendo.com/2017/06/obesidade-infantil-confira-os-5-maiores.html



Apesar de os pediatras indicarem somente leite materno (ou fórmula em casos especiais) 

como alimento até os seis meses de idade,12% dos bebês dessa faixa etária comem 

macarrão instantâneo, segundo dados do Ministério da Saúde. Além disso, 72% das 

crianças com até dois anos comem biscoitos recheados e 48% delas tomam refrigerante 

regularmente.

“Uma criança com menos de um ano parece ser capaz de fazer o próprio macarrão instantâneo? Claro que não! Quem preparou essa refeição inadequada, sem dúvida nenhuma, foi um adulto”, diz Gladia.

“Esse é um grande erro, que deve ser evitado pelos pais, pois coloca a saúde da criança em risco”, alerta.
👉 Montar lancheiras pouco saudáveis:

obesidade infantil


A obesidade infantil e a adulta crescem juntas no mundo todo. Os pequenos aprendem e 

criam os primeiros hábitos dentro de casa. “São os pais que nos apresentam a forma de 

viver e se relacionar com tudo, inclusive com a comida", diz Gladia.

Os maus hábitos alimentares geralmente adquiridos na infância, e são os responsáveis 

pela maioria dos casos de sobrepeso. “A família sempre deve dar preferência a refeições 

saudáveis e, quando as crianças forem para a escola, a lancheira também precisa conter 

bons alimentos e em porções adequadas às necessidades da idade”, explica.

👉 Usar a comida como recompensa:

http://www.estou-crescendo.com/2017/06/obesidade-infantil-confira-os-5-maiores.html



Você usa os alimentos saborosos (e calóricos) como recompensa pelo bom 

comportamento dos filhos? Segundo Gladia, essa é uma péssima escolha para o futuro da 

criança. “Eles vão crescer com uma percepção deturpada da comida, que será difícil de 

corrigir na vida adulta”, ensina. 

Pesquisadores da Norwegian University descobriram que cerca de dois terços das crianças 

dão sinais de que comem para se sentir melhor. “Em longo prazo, essas recompensas 

podem levar à compulsão alimentar”.
👉 Subestimar o aumento de peso da criança:

alimentação infantil


Para a especialista, o modo como os pais pensam inclusive como eles se relacionam com 

questão do peso dos filhos gera uma percepção equivocada da condição das crianças. 

“Pais com a “mente gorda” adotam em seu dia a dia e ensinam aos filhos hábitos 

alimentares prejudiciais, apresentando percepção distorcida sobre o ganho de peso da 

criança”. 

Segundo um estudo realizado no Hospital Universitário da USP, em 2015, 58% das mães 

subestimam o peso dos filhos. “Esse equívoco retarda o tratamento e faz com que o 

número de crianças com diabetes tipo 2 e colesterol aumente a cada ano”, diz a 

especialista.
👉 Erra na escolha do tratamento adequado:



Gladia explica que experiências mal-sucedidas com dietas comprometem a autoestima 

das crianças, e, por isso devem ser evitadas ao máximo. “É por isso que sempre 

recomendamos o acompanhamento de um profissional, e o mais indicado é um coach de 

emagrecimento”, explica.

Associada ao Health Coaching International Institute, escola pioneira em Coaching de 

Emagrecimento Consciente destinado a profissionais da área da saúde, ela explica que o 

tratamento para as crianças deve ser cuidadoso e eficiente, para evitar que ela se torne 

um adulto obeso.

Para a nutricionista, é viável fazer coaching em crianças, desde que conte com a 

supervisão dos pais. “Existem algumas técnicas usadas para criar laços e cumplicidade 

com a criança. Assim, ela será capaz de compartilhar sensações, momentos, histórias e 

situações com o profissional, o que é essencial para o sucesso do tratamento”, finaliza.


*Informações enviada pela assessoria de imprensa

http://www.estou-crescendo.com/

Leia Mais ►

Vestidos de renda da Hiroshima {Resenha}

Resenha dos vestidos de renda recebidos da Hiroshima


Olá pessoal, tudo bem????

Como vocês sabem a Hiroshima é uma parceira de loooooonga data aqui do blog e que eu 

sou mega fã dos vestidos da Hiroshima.

Nossa eu tenho vérios modelos e adoro todos eles, uso sempre tanto para sair em uma 

festa como uso também alguns modelos no meu dia -a dia.

Os vestidos são de ótima qualidade, tem um acabamento e um caimento que são 

sensacionais. Sem falar no preço que é super em conta né?!

Vamos conferir os modelinhos que recebi desta vez???

Vem comigo que te mostro tudinho!

Estou numa fase de preferir os vestidos em renda.

Sim,"sou dessas" "cheia de fases" 


vestidos de renda da Hiroshima

Descrição do vestido da Hiroshima

  • Vestido em renda com forro
  • Comprimento Basico
  • Vestido com forro
  • Cor: Bege
Esse vestido é muito leve e fresquinho, usei muito nos dias de calorão e super recomendo!

vestido coleção Aline Barros


Descrição do vestido da Hiroshima:

  • Vestido em renda com forro em poliviscose com elastano
  • Comprimento médio
  • Forro em poliviscose com elastano
  • Renda
  • Cor: Marinho
Esses vestido é o meu preferido, ele é muito lindo, confortável com excelente 

acabamento.

Esse vestido é da coleção da Aline Barros, que você encontra a coleção completa nos 

catálogos da Hiroshima.

Super aprovei e super recomendo os vestidos que recebi da Hiroshima!!!

Então pessoal, o que acharam dos vestidos que recebi da Hiroshima??? 

Quero saber tudo sobre a opinião de vocês!!!

Vocês já compraram algum produto da Hiroshima?? O que acharam??

Quero saber tudo hein!!!

Se ainda não compraram podem correr e comprar, tenho certeza que vocês irão amar!!!

Encontre Hiroshima:






                                                                               Blog Estou Crescendo
Leia Mais ►

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...