Relacionamento depois da gravidez

Dicas para os casais se relacionarem depois de ter filhos 

relação sexual depois da gravidez



Muitas pessoas falam que a relação com seu companheiro esfriou depois de ter filhos.

O fato é que muita coisa muda na rotina do casal, com a chegada desse novo integrante 

da família no início as coisas podem ficar um pouco tumultuadas.

Então, confira 15 dicas de como dar a volta por cima e retomar a cumplicidade e 

reacender a paixão:

1>> Conversem

Perguntem um ao outro algo como “como você está, meu amor?” ou tentem quebrar 


silêncio de alguma forma.

2>> Ouçam


Desliguem todos os aparelhos eletrônicos (isso inclui TV, celular, tablets) durante 


uma noite inteira.

3>> Mudem de ambiente

Saiam de casa se ela já se tornou um campo de batalha. Marquem um encontro depois do 


trabalho (pedir para a avó, amiga, babá ficar mais uma ou duas horas a mais com o bebê 

já faz diferença). Experimentem jantar num restaurante diferente ou dar uma 

caminhada na praia.
4>>Troquem de papéis

Se vocês sempre fazem as mesmas tarefas e estão cansados delas, troquem de lugar 


durante uma semana. Ele faz o jantar e ela organiza os documentos, por exemplo.
5>> O que posso fazer por você?

Uma atitude proativa deste tipo é uma das melhores coisas que podemos fazer pelo 


nosso casamento.

6 >> Não é hora de discutir a relação

Muitas vezes, o cansaço é tanto que há casais, com bebês pequenos, que acreditam que o 


problema está no relacionamento entre eles. Em alguns casos, o que está faltando 

mesmo para renovar as energias é uma boa noite de sono.

7 >> Faça um esforço para enxergar bom humor nas coisas
O bom humor é a primeira coisa que perdemos quando estamos no limite. Mas vale 


lembrar que temos duas opções quando o bebê vomita na nossa camiseta limpa: rir ou 

chorar. Como já estamos fartos de tanto choro, por que não tenta rir?
8 >> Peça ajuda

É fundamental ter ajuda nessa fase, seja ela remunerada ou não. Sem dúvida, vocês 


conseguem dar conta de tudo sozinhos, mas por que arriscar ficarem loucos ou se 

divorciarem se há outras opções?

Eu mesma, por muitas vezes não quis pedir ajuda de ninguém e me via quase louca e 

extremamente cansada. Foi um erro querer fazer tudo sozinha!!!!
9 >> Resista

Precisamos lutar contra a vontade de fazer tudo sozinhas. Seu companheiro é pai e é 


importante dividir as tarefas com ele. Bom para você, bom para ele e melhor ainda para 

o bebê.

10 >> Ajudem-se

Acordar diversas vezes durante a noite para amamentar é enlouquecedor. Levar o bebê 


até a mãe, colocá-lo para arrotar e depois levá-lo de volta ao berço são tarefas simples 

que o pai pode fazer, e é um grande alívio às esposas.


11 >> Sejam carinhosos

Tanto homens quanto mulheres sentem falta dos pequenos gestos de intimidade, como 


abraços e beijos, que desapareceram junto com o sexo depois da chegada do bebê. 

Retome o romantismo.

12 >> Uma noite só para vocês

Quantas vezes já ouviram esse conselho? E quantas vezes o seguiram? Se não der para 


arcar com uma babá, combine com um casal de amigos para que, de vez em quando, uns 

cuidem dos filhos dos outros. Os “encontros” podem até acontecer na sua própria casa. 

Duas velas, uma toalha de mesa, uma garrafa de vinho, todos os aparelhos eletrônicos 

desligados e nenhuma criança acordada: isso já é um encontro romântico (a comida pode 

ser encomendada).

13 >> Uma escapada, sempre que possível

Quanto maior a distância (física e mental) entre vocês e seus filhos, melhor é o sexo. 

Viajar nem sempre é fácil, mas vale a pena. Viajem juntos no fim de semana, só vocês 

dois, umas duas vezes por ano.

14 >> Marquem na agenda

É preciso admitir: a época do sexo espontâneo, do tipo “agora mesmo, na mesa da 

cozinha”, acabou. Se vocês querem uma relação sexual de qualidade é preciso planejar.

Dica: Marquem de fazer o filhote dormir mais cedo e assistam um filminho junto e 

depois disso o que tiver que rolar deixa rolar!

E se não rolar também não tem problema!

15 >> Aprenda a deixar coisas de lado


Aff... É difícil, mas é necessário. As “mães preguiçosas” fazem mais sexo. Elas têm 


energia para isso. Quando o assunto é casa, faça o mínimo possível. Você pode ter uma 

casa apresentável com muito menos esforço. Entre fazer um belo jantar e fazer sexo, 

talvez possamos optar pelo sexo de vez em quando.


http://www.estou-crescendo.com

Leia Mais ►

Vestidos do catálogo da Hiroshima {Resenha}

Resenha dos vestidos da Hiroshima

Olá pessoal, tudo bem???

Estão lembrados que já mostrei algumas vezes os lindos vestidos que ganhei da 

Hiroshima???

Todo ano a coleção de vestidos da Hiroshima se renova e, é um modelo mais lindo que o 

outro, como não poderia ser diferente hoje venho mostrar os novos vestidos 

que adquiri da nova coleção da Hiroshima.

Na Hiroshima você encontra um catálogo recheado de diversos produtos e de ótima 

qualidade, hoje vou mostrar os detalhes dos lindos vestidos que adquiri nos catálogas da 

Hiroshima. 

Ficou curiosa para ver os novos modelitos e saber de todos os detalhes??? 

Então vem comigo que te mostro tudinho!


Vestido em viscose com elastano da Hiroshima:  


http://www.estou-crescendo.com/2017/09/vestidos-do-catalogo-da-hiroshima.html



Descrição do vestido:


  • Vestido em viscose com elastano
  • Comprimento Clássico
  • Estampa com fio lurex dourado
  • Cor: Única

Vestido da linha Aline Barros:

vestido hiroshima by Aline Barros


Descrição do vestido:
  • Vestido em viscose e poliviscose com elastano
  • Catálogo: Aline Barros by Hiroshima
  • Linha: Aline Barros, Moda Feminina
  • Comprimento Classico
  • Viscose com elastano

Minha Opinião sobre os vestidos que recebi da Hiroshima:

Eu estou apaixonada, pois os vestidos são lindos e muito confortáveis!!!

O vestido de poliflex com elastano com estampas e detalhes na cor vinho, tem excelente

caimento,é de ótima qualidade e com um ótimo acabamento.Super confortável e fresquinho.

Estou realmente encantada com a leveza e a beleza desse vestido, sem falar que pode ser 

usado em diversas ocasiões pois é super versátil.

Ele é super confortável e tem um ótimo caimento no corpo, com o comprimento pelo joelho 

que possibilita mais mobilidade.

O vestido em malha devore com forro em poliviscose com elastano, na cor verde azulado 

é muito lindo, com ótimo caimento no corpo, com uma cor viva e vibrante que é a cara 

do verão. Não vem acompanhado desse cintinho que aparece na foto, mas é uma super 

dica de acessório para usar com o vestido!

Super aprovei e super recomendo os vestidos que recebi da Hiroshima!!!

Então pessoal, o que acharam dos vestidos que recebi da Hiroshima??? 

Quero saber da opinião de vocês!!

Muito em breve farei um post com fotos minhas usando os vestido que ganhei da super 

parceira Hiroshima.

O post de hoje foi só para apresentar esses lindos vestidos!

Vocês já compraram algum produto da Hiroshima?? O que acharam??

Quero saber tudo hein!

Se ainda não compraram podem correr e comprar, tenho certeza ue vocês irão amar!!!

Encontre Hiroshima:

Leia Mais ►

Principais cuidados ao viajar com crianças



As férias escolares são um bom momento para aquela viagem em família que você 

planejou a tempos. Passar alguns dias com as crianças e longe de todas as preocupações 

do dia a dia de trabalho pode ser o remédio ideal para estresse e mal humor, 

principalmente se a viagem for em um local que colabore com os pais e ofereça uma boa 

variedade de atividades para os pequenos.



E como estas viagens em família são frequentes, é sempre bom saber de algumas coisas 

para que nada ocorra fora do planejado ou que possa prejudicar as crianças. Confira a 

seguir os principais cuidados ao se viajar com crianças.

👉 Idade da criança

O principal cuidado na hora de se viajar com crianças é a idade. De 0 a cinco anos, por 

exemplo, é recomendado que você escolha uma viagem mais próxima de casa, para que 

assim possa retornar a tempo em caso de algum contratempo com a criança, ou ainda um 

lugar que ofereça uma boa estrutura para esta fase do crescimento humano, como 

hospitais ou farmácias que vendam produtos adequados.

Para os mais velhos, de seis anos para cima, viagens mais longas e distantes podem ser 

escolhidas, pois a partir desta idade eles já conseguem entender melhor o conceito de 

viajar, ficar longe de casa e passar um tempo com os pais, além de já ter um bom 

tamanho para poder explorar mais livremente os locais oferecidos pela viagem.

Se você é pai de adolescentes, tente conversar com eles e saber para onde gostariam de 

viajar, pois essa fase da vida é acompanhada de muitas incertezas e também um certo 

nível de birra por parte dos filhos, e pode ser que eles não aceitem participar das 

atividades que forem sugeridas de surpresa na companhia dos pais.





👉 Destino

Existem inúmeros destinos apropriados para crianças. Locais que oferecem certa 

proximidade ou vista para animais exóticos, como zoológicos, parques temáticos, áreas 

de preservação ambiental ou ainda um bom safári no continente Africano, por exemplo, 

são ótimos para crianças menores, pois elas tendem a ter sua atenção presa pelos 

animais que ainda não conhecem, suas cores e formas diferentes. 

Para crianças maiores, o ideal seria uma viagem com algum tipo de área para 

exploração, como por exemplo cidades que apresentam culturas diferentes da qual a 

criança está acostumada, como Machu Picchu e as linhas de Nazca, no Peru, ou o 

monumento de Stonehenge, no Reino Unido. Estes locais apresentam características 

inusitadas e que com certeza atiçam a curiosidade dos pequenos exploradores.

Locais com proximidade à natureza também são sempre uma boa pedida, pois oferecem 

locais tranquilos que crianças menores precisam e também atividades como andar a 

cavalo, trilhas ou acampamentos para os maiores, garantindo entretenimento para todos.
Proximidade com a neve é sempre um sucesso entre os pequenos, tanto pelas atividades 

proporcionadas pelo clima gelado quanto pela própria neve, algo que não são 

acostumados a ver fora dos filmes aqui no Brasil.

bagagem

Você deve pesquisar quais são os tipos de transporte oferecidos para a viagem que 

planeja com sua família. Trajetos menores e com mais acesso a carros, bicicletas ou até 

mesmo aviões são mais recomendados, pois longos percursos a pé podem desmotivar as 

crianças, que cansarão muito rápido e não poderão aproveitar tudo o que a viagem tem a 

oferecer.

Se você vai para um local muito distante de onde mora, prefira viajar de avião, evitando 

assim longos períodos dentro de carros ou ônibus, atividades não muito desejadas pelas 

crianças.
criança nadando


👉 Precauções

Tenha sempre em mãos um plano reserva para caso algo saia fora do mapa. Mapas, um 

gps, panfletos de informações, sites e até mesmo informações dos habitantes locais 

podem salvar sua família em caso de perda de rumo.

É importante também saber onde ficam os hospitais mais próximos, caso os pequenos 

passem mal ou precisem de assistência médica, principalmente se já possuem algum 

problema de saúde recorrente.

Comida extra também é sempre bem-vinda, ainda mais que crianças não costumam 

seguir os horários de alimentação, e são acostumadas a comer doces e outros tipos de 

alimentos ao longo do dia. Se eles sentirem fome, você estará preparado.

Roupas extras também são recomendadas, pois crianças tendem a se sujar muito.
👉 Cuidados financeiros

Claro que o bem-estar de seu filho é sempre prioridade, mas você deve ficar atento aos 

gastos que a viagem vai exigir, ainda mais se você estiver nos primeiros anos de 

casamento, e ter sempre em mente que uma criança é uma máquina de gastos 

ambulante. Isso porque os pequenos tendem a querer produtos, itens e alimentos 

oferecidos ou que lhe ficam a vista, e locais turísticos contam sempre com muitas opções 

para eles. Tente levar de casa itens que seu filho já conhece e gosta, tanto alimentos 

quanto brinquedos, para que assim perca a vontade de adquirir muitos produtos novos 

durante a viagem.


http://www.estou-crescendo.com

Leia Mais ►

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...