4 dicas para ajudar a controlar a ansiedade

Como controlar a ansiedade

Hoje em dia grande parte da população sofre de ansiedade. Mas você sabe o que é 

ansiedade, sabe quais os sintomas?

http://www.estou-crescendo.com/2018/01/4-dicas-para-ajudar-controlar-ansiedade.html




O que é Ansiedade?


A ansiedade é vista num contexto popular quando estamos em um momento (ou 

passando por algum período) sob pressão, ou muito apreensivo para com alguma coisa… 

mas saiba que o significado puro dele é muito maior.

Ela é muito mais abrangente. Pode-se considerar como sintomas de ansiedade à partir do 

ponto em que você tem uma preocupação, tensão, medo ou pavor e qualquer outro 

sentimento ruim em excesso.


Quais os Sintomas?

Todos sabemos que, uma vez ou outra é completamente normal tem algum sintomas de 

Ansiedade, afinal, quem nunca ficou apreensivo para encontrar alguém que já não vê faz 

tempo, ou que nunca ficou nervoso por ter algum compromisso importante no dia 

seguinte e nem conseguiu dormir.
Isso é bem comum. Entretanto, existem cada vez mais casos, não só no Brasil, como no 

mundo, que esses sintomas estão tomando conta da vida de uma pessoa. E na maioria 

dos casos, ela está tão acostumada em sentir essas emoções exageradas que nem 

percebe que isso se transformou num transtorno.

Para que você possa tem uma visão mais abrangente de tudo o que acontece quando esse 

problema passou dos limites, irei listar alguns dos sintomas mais comuns sofridos por 

quem já está sofrendo de transtornos de ansiedade e ainda nem se deu conta.


Sintomas Psicológicos

A ansiedade está ligada diretamente com o nosso sistema mental, por isso, a maioria dos 

sintomas não são nítidos; não são sentidos na pele, mas sim, psicologicamente.
Medos Irracionais: um dos fatores que poucos conseguem observar ligação com a 

ansiedade é o medo que alguma pessoa tem de animais, de voar ou de até mesmo estar 

em meio a uma multidão. Pode parecer apenas uma simples fobia, mas quando ela se 

torna exagerada, já cai na categoria de transtornos; você se torna incapaz de fazer mais 

do que sua mente te delimita;

Autoconsciência: não são todas as pessoas que tem a desenvoltura de chegar em alguma 

festa e conversas com todos, beber, comer sem ao menos sentir que está sendo 

inconveniente. A autoconsciência começa a se tornar um mal assim que a pessoa se sente 

tão inconveniente de realizar uma tarefa, que desiste dela, tremem, se avermelham, 

suam;

Lembranças ruins: se você já passou por alguma situação/evento que marcou a sua vida 

de maneira negativa, algo realmente traumático e que costuma lembrar em certas 

ocasiões, completamente normal. Mas isso se torna parte de um transtorno de ansiedade 

à partir do momento que esse “Flashback” começa a aparecer constantemente em sua 

mente;

Preocupação/perfeccionismo: esse sintoma aparece geralmente em pessoas que vivem 

em constante pressão na vida, pessoal ou profissional, e querem que tudo saia conforme 

(ou melhor do que) tinha planejado. O perfeccionismo é tanto que tais pessoas nem se 

dão conta de que toda essa preocupação para algo dar certo é na verdade uma ansiedade 

para ouvir opiniões positivas de quem as julgam.


Esses são apenas alguns dos mais comuns em dias atuais. Entretanto, podia citar dezenas 

de outros sintomas, como: pânico, vergonha de sair (ou falar) em público, 

compulsividade e muitos outros.

Sintomas físicos

Embora a maioria dos sintomas da ansiedade sejam psicológicos, existem alguns fatores 

físicos mínimos, que muitas vezes passam por despercebidos, mas que entregam na 

mesma hora que uma pessoa sofre de transtornos.

Insônia: embora pareça bem claro que a insônia está diretamente ligado a preocupações 

com a família, com dinheiro ou com outro problema na vida pessoal, e que em poucos 

dias, muitas pessoas não conseguem se livrar desse mal. A insônia se torna tão comum 

que acaba sendo algo corriqueiro. Entretanto, isso é um sintoma claro de que essa 

pessoa está com transtornos;

Roer unhas: esse é o sintoma que mais escancara que uma pessoa é muito ansiosa e 

acontece com mais de 63% da população brasileira. Geralmente, isso é nítido para quem 

está ao lado de alguém com transtornos de ansiedade: quem sofre se cala, começa a 

pensar em problemas e imediatamente leva as mãos a boca para roer as unhas;
Tensão muscular: observa-se nitidamente isso em pessoas que passam o dia sentado 

e/ou que exercem atividades que não exigem muito do corpo. Tais pessoas não 

conseguem controlar seus próprios pensamentos e constantemente apertam a 

mandíbula, flexionam o punho (ou o corpo todo), tensionando-o com vigor;

Dores: essas dores na barriga que você tem, que causam enjoos acontecem muito por 

conta da agitação com que você balança suas pernas e braços, pois está nervoso. No 

peito ou na cabeça, as dores de quem sofre com ansiedade são acarretadas pelo 

nervosismo ou preocupação que estão tendo com algo (um medo constante).

Se você se identificou com algum dos perfis de pessoas que citei acima, em qualquer um 

dos sintomas, mas ainda não sabe se é por conta da ansiedade, não se preocupe.

Veja agora 4 hábitos que te ajudam a controlar a ansiedade:

1 > Pratique a gratidão :

Quando se está preocupado com algo, é bem difícil focar no lado positivo das coisas. 

Para ajudar, ao acordar, busque algo pelo o qual é grato. Você pode agradecer pela sua 

família, ou até mesmo pelas simples meias quentinhas que está usando. Mas lembre-se: 

esse deve ser a primeiro gesto ao abrir os olhos pela manhã. O hábito ajuda a 

reconhecer as boas peças que compõem a sua vida e preenchem a mente com boas 

energias.

2 > Respire fundo:

É preciso apenas um minuto de foco na respiração para acalmar. Existem muitas 

pesquisas que apontam diferentes técnicas e seus benefícios para quem é ansioso. Uma 

delas indica puxar o ar pelo nariz por 10 segundos, e depois soltar pela boca por mais 10 

segundos. Se achar necessário, repita o processo por mais uma ou duas vezes. O 

resultado é imediato, você se sentirá mais calmo e centrado, afinal por algum tempo seu 

único foco será a respiração. A melhor parte? É possível realizar o exercício a qualquer 

hora e em qualquer lugar.


3 > Exercício :

É bem verdade que acordar cedo para ir a academia não é muito fácil. Mas os benefícios 

vão muito além de um corpo de capa de revista. Praticar atividades físicas ajuda a 

relaxar a mente também. Por isso, mesmo que a cama esteja quentinha e aconchegante, 

faça o esforço e sinta-se mais realizado durante o resto do dia.


4 > Um objetivo por dia:

Fazer listas é muito legal, mas para quem sofre de ansiedade essa pode ser apenas mais 

uma maneira de aumentar a pressão diária. A dica aqui é traçar um objetivo por dia. A 

missão fica fácil de cumprir e traz aquele gostinho de realização ao finalizá-la.

http://www.estou-crescendo.com/




1 comentários:

  1. Amei suas dicas, por enquanto faço algumas dessas dicas.
    Mas com certeza vou colocar as outras em pratica.
    Bjinhos,
    www.prosaamiga.com.br

    ResponderExcluir

Fico muito feliz com a sua visita e o seu comentário!!!
Volte sempre que desejar!!!
Beijocas

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...