Adaptação na escola, dicas para ajudar a criança se adaptar na escola

Dicas para ajudar a criança e os pais na adaptação na escola

Olá mamães e papais de plantão, o carnaval acabou e agora é que o ano começa de 

verdade e junto vem o período escolar. 

Nem sempre a adaptação escolar é fácil para as crianças e para os papais não é mesmo?!

Confesso que quando coloquei o meu Rafael na escolinha pela primeira vez a maior 

dificuldade foi minha, conseguir a me adaptar a essa nova fase e principalmente 

conseguir deixar ele na escola e longe de mim. 

Lembro que eu sofria muito, ficava insegura e até chorava quase que diariamente.

Um dia na escola me falaram que o Rafael não tinha problemas com a adaptação na 

escola, mas as professoras notavam que eu passava essa minha insegurança para ele. 

Então resolvi segurar minha onda e me adaptar a essa situação inevitável, depois disso 

foi visível a melhora do meu pequeno na escola, pois eu já não o deixava inseguro.

Passei a ter uma melhor relação com a professora e com todos na escola deixando ele 

mais seguro e assim conseguimos superar tranquilamente a fase de adaptação na escola.

Sei que para muitas mamães e papais é bem difícil e foi aí que decidi relatar 

a minha experiência e pesquisar algumas dicas para ajudar na fase de adaptação  na 

escola.
Dicas para ajudar a criança na adaptação na escola


Vamos conferir as dicas para uma boa adaptação na escola??? 

Então vem comigo!

>> Se for a primeira vez do seu bebê na escola ou seja o primeiro dia no berçário. 

Uma dica bem legal é levar alguma coisa de casa para ele ter com ele.

Levar itens que tenham o cheiro do quarto dele, por exemplo, também vai confortá-lo: 

pode ser a naninha ou o brinquedo do berço. 

Só não se esqueça de manter atenção especial ao comportamento do seu filho. Como ele 

não fala, você precisa perceber se está se alimentando e dormindo bem, brincando 

normalmente ou se está com doenças respiratórias. Esses são indicadores de que algo 

não vai bem. Caso isso aconteça, visite a escola para ver se estão mantendo a rotina e 

converse com a coordenação.

>> Deixe seu filho se envolver com as compras do material escolar:

Para a criança que precisará encarar a rotina de aulas pela primeira vez e a adaptação na escola, uma boa 

maneira de introduzir o assunto é dizer que ela está crescendo e que, por isso, precisa 

de um espaço para brincar com outras crianças e aprender coisas novas. Levá-la para 

comprar os materiais escolares ajuda a prepará-la de uma forma estimulante. Para não 

ficar caro, dê oportunidades de escolha, como “este ou aquele lápis?” ou “qual mochila 

entre essas três é a melhor?”.

>> Leve a criança para conhecer a escola

Um dica bem legal para ajudar seu filho na adaptação na escola é levar a criança para 

conhecer a escola, antes do primeiro dia de aula.

É preciso, porém, sensibilidade para perceber se essa participação está se transformando 

em ansiedade. 

Evite tocar muito no assunto e perguntar se ele já está preparado muito antes da hora, 

isso pode deixar seu filho muito ansioso  e com receio.

>> Não saia de fininho, sem a criança perceber

A semana de adaptação na escola para as crianças que nunca foram à escola é 

muito parecida na maioria delas. Os pais levam seus filhos por pequenos períodos de 

tempo, que ficam maiores conforme eles vão se acostumando com a ideia de estarem 

longe da família. 

Durante esse processo, é fundamental que a criança se sinta segura e perceba que está 

no meio de pessoas dignas de sua confiança. Mentir ou sair de fininho pode dificultar as 

coisas. Se você disser que estará esperando no pátio, faça exatamente isso. Os pais que 

não podem se ausentar do trabalho devem explicar ao chefe que estão passando por um 

momento delicado e pode ser que precisem sair às pressas em uma emergência.

>> Tenha paciência, converse com seu filho mostre as coisas boas que tem na escola

Prepare-se, porque as primeiras semanas de adaptação deixarão a criança mais sensível. 

A mudança traz insegurança, medo, frustração, irritação, muitas vezes traduzidos pelo 

choro. Embora seja difícil ver tudo isso acontecer, pense que aprender a lidar com essas 

emoções é uma etapa importante do desenvolvimento. Blindar seu filho disso só o 

deixará frágil. Quando o choro aparecer, o melhor é reforçar que a escola é importante, 

que você sabe que ele está sofrendo, mas acredita que ele vai conseguir superar. É 

difícil para a criança e para você, mas é necessário firmeza. Sem esquecer que ela 

precisará muito do seu colo e da sua paciência. Afinal, momentos de separação nunca 

são fáceis.

Converse com seu filho, mostre os pontos positivos que tem na escola como os amigos e 

brincadeiras.

Explique que no final da aula algum familiar estará para levar- la para a casa.

>> Se ajustar para a rotina escolar faxilita na hora da adaptação na escola:

Ao começar a vida escolar, o dia a dia da criança muda completamente. Por isso, alguns 

ajustes podem ser necessários para que ela se adapte de forma mais tranquila.

Não deixar a criança ir dormir tarde, tente fazer com que ela durma mais cedo e acorde 

um pouco mais cedo que de costume (se a criança costuma acordar tarde). Assim a mãe 

tem tempo de preparar a criança com mais calma para a escola e ainda fazer alguma 

atividade ou brincadeira juntos pela manhã.

>> Segurança na chegada, é fundamental para uma boa adaptação na escola

Despedir-se do filho na entrada da escola é um dos momentos mais difíceis na vida de 

uma mãe ou um pai. Se o filho vai para o berçário com poucos meses, a aflição é por 

deixar alguém tão pequeno e indefeso nos braços de um “estranho”. Se a criança já é um 

pouco maior, pode ser difícil por estar mais acostumada a ficar em casa ou porque parte 

o coração dos pais ouvir: “Não quero ir pra escola, quero ficar com você”. Sabemos que é 

uma missão difícil, mas, nessa hora, estufe o peito, não deixe que ela perceba a sua 

angústia e estimule que se sinta confiante e independente.

Caso o seu filho ainda não ande, passe-o para o colo da professora com um beijo, mas 

sem muita enrolação, pois o bebê também sente a sua insegurança. Se ele já for maior, 

incentive-o a entrar na escola caminhando e levando a própria mochila. Agora, se é você 

que não consegue se controlar na hora do adeus, considere pedir para que outra pessoa 

leve seu filho para a escola durante alguns dias. Com o tempo, você estará mais 

tranquilo e poderá assumir a função outra vez.

Então pessoal a dica mais importante é tenha muita paciência pois é uma fase 

muito difícil para todos, converse com seu filho e passe muita segurança para ele.

Espero que vocês tenham gostado das dicas que separei para facilitar a adaptação na 

escola,  escolhi  as dicas com muito carinho, pois sei bem que não é fácil, mas também 

sei que não é impossível superar a fase de adaptação na escola. Então vamos lá força!

E um ótimo ano letivo e uma ótima adaptação na escola para todos nós!!!

7 comentários:

  1. Ola, eu não tenho filhos não tenho muito a ideia mas imagino como deve ser , achei bacana a forma de aborda neste post o assunto ..que são informações se serem praticadas, importantes .um beijo ❤❤

    ResponderExcluir
  2. Adorei as dicas, ainda não tenho filhos mais vou passar as dicas para minhas amigas. Bjs

    www.crismariaarte.com.br

    ResponderExcluir
  3. Dicas maravilhosas!!! Eu ainda não tenho filho, mas isso é muito bom para mostrar as minhas irmãs...

    Um Grande Beijo.

    ResponderExcluir
  4. Também sofri bastante na adaptação da minha mais velha, dos outros filhos eu já tirei de letra rs
    Suas dicas são ótimas !!!
    besitos

    www.blogmeamarro.com

    ResponderExcluir
  5. Olá!
    Não tenho filhos e não é algo que desejo para mim. Mas sei como é difícil a primeira vez na escola. É um processo difícil de adaptação. E o pior é que não é algo que se limita apenas á primeira vez na escolinha. Na faculdade também é assim, só que é encarada de outra forma, claro. É duro mas faz parte. Nossa vida é um circulo adaptativo vicioso.
    Abraços!
    https://blogladoescuro.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  6. Eu já passei por essa experiência duas vezes, sei que não é fácil.
    Em geral a gente acha que na segunda vez vai ser mais fácil, mas não é não.
    A dificuldade de deixar pela primeira vez a criança na escola, afastada de casa nos deixa mesmo inseguras.
    Bjinhos,
    www.prosaamiga.com.br


    ResponderExcluir
  7. passando para dar um oi e conferir que ainda continuo como seguidora aqui deste cantinho amado,,, bjs

    ResponderExcluir

Fico muito feliz com a sua visita e o seu comentário!!!
Volte sempre que desejar!!!
Beijocas

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...