Cortar as unhas dos bebês: tarefa fácil ou difícil? -Colunista Roberta Soares



Muitas mães se perguntam se é necessário cortar as unhas do bebê.
Eles nascem com as unhas compridas e os pais ficam receosos 
deles se arranharem.
Nos primeiros dias é necessário esperar porque elas estão muito flexíveis e 
é fácil causar sangramento.
Caso não esteja muito calor pode-se colocar meias e luvinhas nas mãos 
do bebê para evitar os arranhões.
As unhas crescem muito rápido e deverão ser cortadas no mínimo 
uma vez na semana. A dos pés com menos frequência.
Para evitar cortar o dedo, o jeito mais fácil é tirar 
o excesso com as mãos, elas são moles e saem sem resistência. E também podem ser 
usados os cortadores e tesourinhas de bebê.

Para alguns é mais fácil entre dois: um segura o bebê para que não se mexa muito e o outro corta a unha, outros cortam após o banho e outros, quando o bebê está dormindo.
Na hora de cortar pressione para baixo a ponta dos dedos do bebê para diminuir o risco de pegar a pele, e segure firme a mão dele enquanto corta.
Como as unhas são pequenas é difícil cortá-las de forma arredondada, 
para que os bebês não se arranhem com os cantinhos.
Um truque é fazer esses pequenos aparos "roendo" as pontinhas das unhas do bebê. A língua do adulto é muito mais sensível que 
qualquer tesoura, e o bebê não vai reclamar de colocar a mãozinha 
na sua boca. Pode parecer meio animalesco, mas funciona! 
Depois de executada a tarefa, lave as mãos do bebê.

Aqui em casa na segunda vez que cortei sangrou, 
ele nem resmungou, mas eu chorei muito. O pai tentou 
na outra vez e também sangrou, nunca mais cortou. Depois peguei o
jeito e sempre fiz o truque de roer os cantinhos.
O hábito de cortar as unhas deve ser um momento
agradável tanto para mãe quanto para o bebê.
Eu faço uma festa na hora de cortar as unhas e o Matheus fica quietinho: fico falando pras unhas “sai cacaca, sai fora!” e ele fica rindo.
Prefiro cortar com o alicate não me dei bem com a tesoura.

E na casa de vocês como é? Quem corta as unhas do bebê?

Texto: Roberta Soares

6 comentários:

  1. Cortar as unhas dos bebês nem sempre é uma tarefa fácil mesmo, acho que cortar quando ele está dormindo, menos arriscado. Gostei da dica da Roberta de fazer uma brincadeirinha enquanto corta, assim distrai a criança!
    Muito legal!
    beijos
    Equipe Recanto

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada. Mãe aprende no dia a dia né? Eu faço brincandeiras com tudo pra que ele curta todos os momentos e nada seja uma atividade de obrigação. Bjs
      http://matheusmeucoracao.blogspot.com.br/

      Excluir
  2. Oii... eu morria de medo de cortar as unhas do meu pequeno... e como é difícil. Para o Joseph eu procuro cortar qd ele está distraído assistindo vídeos e sentado na cadeirinha. A parte de roer kkkk tb já fiz kkkkkkk o q não fazemos não é? Ótimo post, bjss
    http://cphilene.wordpress.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É mesmo né Cris!!!!O Matheus gosta, as dos pés ele sente cócegas então é mais demorada. Bjs
      http://matheusmeucoracao.blogspot.com.br/

      Excluir
  3. Aqui em casa sempre é um tormento, tem vezes que faz um escandalo e outras acaba dormindo... Vai entender... Eu também canto, brinco, as vezes da certo, mais em outras não... Bjs
    Vivi e Isaac

    ResponderExcluir

Fico muito feliz com a sua visita e o seu comentário!!!
Volte sempre que desejar!!!
Beijocas

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...