Campanha da vacinação contra a gripe 2012



A campanha de vacinação contra a gripe de 2012, realizada pelo governo federal, começou sábado (05/05). Neste ano, os públicos cobertos pela campanha, que vai até 25 de maio, serão, prioritariamente, gestantes, pessoas com 60 anos ou mais e crianças de 6 meses a menores de 2 anos, população indígena e profissionais da saúde. 

 “A imunização de toda a família, independentemente da idade, é de extrema importância para que se tenha uma boa proteção do núcleo familiar. Todos que foram vacinados no ano passado deverão receber a imunização novamente”. O médico explica que os níveis de anticorpos protetores, desencadeados pela vacina, tendem a se reduzir gradualmente com o tempo, fazendo com que mesmo pessoas que responderam adequadamente à vacina venham a perder essa imunidade após um ano. 

As pessoas passaram a dar mais importância à imunização contra a gripe após a pandemia do H1N1. “Atualmente, as pessoas têm procurado a vacina da gripe para se imunizar contra a H1N1, mas é importante ser imunizado também contra outras cepas do vírus Influenza. A pessoa vacinada fica protegida contra três cepas de vírus Influenza, incluindo o H1N1.”

A vacina é trivalente e protege contra os tipos A-H1N1, A-H3N2 e o B, que têm maior circulação no Hemisfério Sul no momento. A vacina é indicada a todas as faixas etárias, inclusive crianças menores de 5 anos e idosos que, em conjunto com pacientes com problemas cardíacos, pulmonares e gestantes, são os grupos mais vulneráveis a complicações causadas pela gripe. 

Cunha explica que a gripe é caracterizada por febre alta, fraqueza, cefaleia e dor no corpo, além de congestão do sistema respiratório. “A gripe já é desconfortável o suficiente para justificar a vacinação e, se não bastasse esse argumento, pode ainda evoluir para pneumonia com consequências mais graves”, alerta. 

A vacina contra a gripe está disponível em todas as unidades do SUS. É recomendada anualmente para todas as pessoas com idade superior a seis meses de idade. A reação adversa mais comum, que atinge cerca de 10% dos vacinados, é a dor no local da aplicação, que pode surgir algumas horas após a vacinação e desaparece em até 72 horas. A vacina não é indicada para pessoas com alergia comprovada à proteína do ovo.


0 comentários:

Postar um comentário

Fico muito feliz com a sua visita e o seu comentário!!!
Volte sempre que desejar!!!
Beijocas

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...